Meia-Noite

Ilustração:  Jader de Melo

Ilustração: Jader de Melo

No silêncio da meia-noite sob o sorriso dessa lua inteira.

O abraço dessa meia ponte, seu braço todo ao meu redor,

– minha alma e meia no seu laço.

No silêncio dessa brisa fria beija meu cabelo o vento

beija o balanço das árvores despidas o farfalhar das folhas caídas.

No silêncio dessa meia noite, essa meia luz sobre nós.

No imenso dessa noite, essa sombra que nos faz um só.

O concreto dessa ponte que nos liga por inteiro.

No silêncio dessa meia noite que fui imenso

– te abriguei em minha metade, te fiz encaixe

no silêncio da meia-noite as estrelas rindo faceiras

Da minha, da sua maneira de iluminar o amor.

Anúncios
This entry was posted in Blogroll by Tâmara Abdulhamid. Bookmark the permalink.

About Tâmara Abdulhamid

palestina, engenheira e blogueira… …mas, é muito injusto uma vida inteira para viver e me definir por linhas. Por isso, espalho pedaços de mim em vocês, nas linhas, naquilo que invento e chamo de amor. Por isso existe o café. Para que você entre, me abrace, se aconchegue, converse e deixe o amor acontecer. De qualquer jeito, do jeito que couber, do jeito que for.

2 thoughts on “Meia-Noite

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s