O livro de Clarice

Lendo o livro de Clarice, meu nariz começou a coçar repetidamente. Talvez fosse pelo tempo em que eu me recusara a abri-lo, ou pela minha identificação tamanha com aquela personagen. Ou, talvez, por ambos.

Anúncios
This entry was posted in Blogroll by Tâmara Abdulhamid. Bookmark the permalink.

About Tâmara Abdulhamid

palestina, engenheira e blogueira… …mas, é muito injusto uma vida inteira para viver e me definir por linhas. Por isso, espalho pedaços de mim em vocês, nas linhas, naquilo que invento e chamo de amor. Por isso existe o café. Para que você entre, me abrace, se aconchegue, converse e deixe o amor acontecer. De qualquer jeito, do jeito que couber, do jeito que for.

9 thoughts on “O livro de Clarice

  1. Noite de sábado, sozinho em casa.
    Tinha tudo pra ser de tédio e solidão.
    Escolhi conhecer a Miss e foi maravilhoso.
    Venho agora desejar ótimo domingo,
    dizer que foi ótimo chegar até você.
    Sou novo em sua “casa”, mas ja reclamo sua volta.
    Por favor, não se demore para nos oferecer novas pétalas.
    Beijos doce Miss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s