Tolas Idéias Tolas

Só vou dormir quando estes versos gentilmente sairem de mim. Só vou repousar a minha cabeça quando eu deixar de dormir em espinhos. Só vou voltar a respirar quando a minha bomba de oxigênio acabar. Instigam-me as idéias soltas e me perturbam com suas risadinhas sarcásticas como se fossem a coisa mais importante do mundo . Voem, irônicas idéias! Palavrinhas sonsas que ficam a zumbizar o meu ouvido! Fui sabotado pelo meu cérebro que só pensa em pensar e se esquece de descansar, de voar, de ser livre. Acorrenta-me as palavrinhas que sapateiam em meu apartamento enqanto deito minha cabeça, perturbam-me as letrinhas soltas da minha sopa malfeita. Elas fazem festa no andar de cima, riem soltas da minha confusão, gargalham aos quatro ventos da minha falta de direção. Me deixem livre, me deixem atrasada, me deixem a pé. Elas, ingratas que são, querem traduzir-me, falar por mim, me sugar. Eu já disse que basta, eu já coloquei limite. Elas não entendem, elas não escutam. Só querem falar, me roubar a liberdade, me roupar a paz, me roubar a criação. Elas gastam minha energia, porque eu queria fazer tudo, mas elas querem mais.  Ela não me deixam comer bolo de chocolate, nem ouvir música. Porque elas ressoam no meu único canal auditivo de uma só vez. Egoístas. Falam sem parar do que sentem, de como sentem, de como queriam que tudo fosse. Eu até fiz um trato. Que me deixassem em paz, caso eu as denunciasse. E fizemos esse acordo, o fechamos. Cá estou eu, achando que sou Drummond. Mas, não é nada disso meu velho gauche, não é nada disso. Eu só quero ficar livre e aprisionar as idéias matracas nesse pequeno texto sem sentido para que elas se perpetuem e morram aos meus ouvidos. Como morreu feliz, meu velho gauche, sem dar ouvidos a elas…Só boca. 

miss demoiselle

Anúncios
This entry was posted in Blogroll by Tâmara Abdulhamid. Bookmark the permalink.

About Tâmara Abdulhamid

palestina, engenheira e blogueira… …mas, é muito injusto uma vida inteira para viver e me definir por linhas. Por isso, espalho pedaços de mim em vocês, nas linhas, naquilo que invento e chamo de amor. Por isso existe o café. Para que você entre, me abrace, se aconchegue, converse e deixe o amor acontecer. De qualquer jeito, do jeito que couber, do jeito que for.

2 thoughts on “Tolas Idéias Tolas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s